Início > Pensamentos > A loucura de uma forma complicada

A loucura de uma forma complicada

OS UNICÓRNIOS CONSEGUEM e OS PÔNEIS NÃO?!

A loucura não passa do cansaço mental. O que é, inclusive, contagioso. Aliás, tudo é contagioso.

Mudamos nosso jeito de se comunicar ou agir de acordo com a pessoa A que conversamos pois talvez ela não venha a gostar do mesmo que a pessoa B. Você é uma caixinha de moedas que arrecada diariamente trocados – também conhecidos como jeitos de agir – das outras pessoas.

Talvez se tivéssemos mais loucos ao nosso redor, apenas loucuras e devaneios excessivos passariam por nossas cabeças. Pensamentos eloquentes daquilo que não deveríamos ter certeza e diversos momentos de tensão. Na verdade, de louco todos temos um pouco, mas não o colocamos em prática.

O seu ponto de vista muda conforme o seu local. Estando em um hospício, mesmo não sendo louco, ficaria após conviver com os seus habitantes por 1 mês. A sua mente explode. Nos identificamos com o personagem de uma história, de um filme e de uma música. Eles nos influenciam a partir do momento em que temos contato: mentalmente, fisicamente, no nosso jeito de conversar e viver. Copiamos seu pensamento a partir da identificação. Mesmo que a identificação não ocorra, as ideias penetram na sua cabeça. E assim seria em um hospício.

Aonde quero chegar? Na minha visão sobre a loucura e de como ela começou. Creio que os pensamentos de certo alguém chegaram a um nível oposto dos pensamentos comuns da época, e isso foi interpretado como loucura. E as pessoas que concordavam com o “louco” faziam parte de seu grupo. Questão de interpretação.

Afinal, são os nossos amiguinhos índios que vivem no meio do mato os loucos por não terem “evoluído” ou nós, pessoas viventes de uma sociedade injusta e sem cor, sem vida?

_

Hoje eu me indaguei do que seria de mim caso usasse drogas como o LSD que expandem a imaginação. Com certeza criaria uma banda com nome relacionado a besourosos e faria uma música sobre um submarino amarelo.

Anúncios
Categorias:Pensamentos Tags:,
  1. Nenhum comentário ainda.
  1. No trackbacks yet.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: