Início > Pensamentos, Pessoais, Real life > Escolhas importantes

Escolhas importantes

Oi, amigos! Faz tempo que eu não posto algo útil aqui. Estavam com saudades? Que bom que não. Também os odeio. Não se preocupem, já tenho dois rascunhos de novos posts.

Enfim. Eu atualmente estou numa fase complicada da vida, que todo adulto passou. É a fase das escolhas. Não escolhas de opção sexual, seu animal. Escolhas de profissão.

Na primeira vista isso não parece muito importante, mas é a profissão que você quer ser que vai influenciar em todos os seus futuros atos e atitudes para se tornar alguém. Se o objetivo da sua vida é fazer algo relacionado à computação, você começa a fazer cursos específicos e até faz faculdade sobre o tema. E tudo isso é escolhido agora, na adolescência.

No começo é assim. Quando criança, você tem seus sonhos e objetivos muito claros. Se você é homem, tenho certeza absoluta que você quis ser jogador de futebol.

DINHEIRO, fama, mulheres e você ainda mantém um corpo malhado. Não vejo motivos para NÃO querer ser jogador de futebol quando criança.

Inclusive, eu queria muito ser jogador de futebol. A maioria desistia disso aos dez anos, mas só aos doze parei pra pensar nas possíveis dificuldades e consequências que o esporte traria. Acabei não só desistindo do futebol, como também hoje não gosto mais do esporte como gostava antigamente. Até assisto uma partida ou outra – principalmente em Copas do Mundo, onde há realmente uma emoção – e se surgir a oportunidade, posso até fazer uma pelada. Porém, hoje, parei de acompanhar totalmente.

Voltando ao assunto que interessa… Você, quando criança escolhe a tal profissão. É muito certo que você vai mudar de ideia totalmente. Então chega a adolescência. Enquanto que os seus pais já começavam a trabalhar na fase infantil, hoje a sociedade coloca na cabeça que o importante são os cursos. E como já disse anteriormente, esses cursos são específicos. Você PRECISA escolher o que você quer ser.

Ok, você não precisa obrigatoriamente escolher o que pretende fazer no futuro (principalmente se for sustentado pela família). Mas compare a experiência e conhecimento de um jovem com 20 anos na hora de procurar um emprego e que já fez quatro cursos com um que sequer fez algum. Tem aí uma diferença enorme nas chances de quem consegue o emprego.

Contudo, nem todos pensam ou têm certeza do que querem fazer no futuro.

Mas puta que pariu, o que fazer agora?

Não é falta de sonhos ou objetivos. É a incerteza no “O que eu gosto de fazer? Eu quero fazer disso minha profissão?”. Essa pergunta é a pergunta chave da adolescência e da formação de qualquer adulto. É muita pressão para uma fase onde não sabemos nada da vida. Acaba que o tal adolescente entra em pânico, faz cursos aleatórios, arruma alguns empregos que parecem bons na época – mas que no futuro não darão conta do recado – e faz merda na hora de escolher uma faculdade. Escolhe uma que NÃO gosta, acaba desistindo ou até termina a faculdade, assim tendo que trabalhar com o que não gosta.

Eu, por exemplo. Não sei o que quero fazer da vida. Sempre que me perguntam, falo brincando: “quero ser vagabundo”. No entanto, tenho alguns objetivos. Um deles é viajar para um país de língua inglesa e ficar um tempo lá, para ter noção de como as coisas funcionam. Eu meio que pretendo morar fora do Brasil, mas não posso ter certeza disso e falar “~~ FUCK THIS SHIT, ESTOU INDO PARA OS THE USA, BITCH! MORRAM BRASILEIROS ~~” sem conhecer totalmente o país do Tio Sam. Vai ver eu até perceba que morar no Brasil seja a melhor escolha – embora nesse exato momento isso não faz sentido algum para mim, mesmo não conhecendo o EUA.

NÓS TE QUEREMOS. Eu me identifico tanto com EUA/Canadá...

E o que eu faço agora? Faço cursos de algo que não tenho certeza se quero seguir? Arrumo um emprego qualquer só pra realizar o meu objetivo de viajar (juntando dinheiro)? Vou trabalhando e fazendo cursos aleatórios até chegar à faculdade confuso, e gastado todo o meu tempo nos tais cursos?

O ser humano muda seus gostos rapidamente. Deveria ser proibido termos que escolher no que trabalhar nessa fase tão “desinformada”. Tudo isso está errado.

Anúncios
  1. Nenhum comentário ainda.
  1. No trackbacks yet.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: