Início > Pessoais, Real life > Estou triste com meu cachorro, amigos

Estou triste com meu cachorro, amigos

Faz tempo que eu não posto aqui, né? Nunca fiz tanta coisa na minha vida. Tenho escola, comecei a trabalhar, estou estudando um pouco de alemão e tentando de terminar O Hobbit. Quando chego em casa não consigo ficar mais do que meia hora sentado sem querer dormir. Mas enfim, esse post devia ir para meu Tumblr, por ser meio pessoal, mas achei que era importante demais para ir “apenas” para o Tumblr.

Hoje quando eu estava indo pra escola, um cachorro – provavelmente de rua – veio na minha frente e ficou me olhando. Eu gosto de cachorros, então chamei ele para “brincar” e ele balançava o rabo e queria pular em mim. Apesar de não estar limpo, parecia muito alegre e saltitante. Eu não deixei ele encostar em mim, até porque ir pra escola com marcas de patas de cachorro na calça não é uma coisa legal.

Entretanto, fiquei muito triste. Vi aquele cachorro todo animado e senti uma grande saudade. Não é a primeira vez que isso acontece. Acontece toda vez que eu vejo um cachorro pessoalmente, na verdade. Lágrimas viris e masculinas começam a querer cair. Mas eu tenho um motivo.

Quase não falei muito disso na internet, talvez só nos confins negros do Twitter, mas meu cachorro está doente faz alguns meses. Ele é um Fox Paulistinha (sabe o cachorro do Máscara? O Milo [/mailou/] ? Então…) e por natureza é um cachorro que nunca para.

Pingo. Não consegui achar muitas fotos dele aqui no PC, mas tenho várias físicas.

Ele se machucou pulando pra latir pra outro cachorro. Acho que bateu o olho no pilar no telhado daqui de casa e então ficou um pouco incomodado. Levamos ele no veterinário, acabamos dando uma vacina atrasada, e o olho nem se tornou tão importante. Esperamos um tempo e ele piorou muito, perdeu o apoio nas patas e passou a andar inclinado para uma só direção. Ficou mais bravo do que o comum até um ponto onde só andava em círculos, e com dificuldade, e auxílio da parede, conseguia andar em linha reta. E de repente ele melhorou de um dia pro outro. MELHOROU MESMO, até subia as escadas. A esperança voltou a reinar. E do mesmo jeito que melhorou, piorou drasticamente, também de um dia pro outro.

Ele, agora está cego, andando em círculos e passa o dia todo deitado na sua “casa”, e nem reconhece a gente direito. Está extremamente bravo, sendo que conversar com ele já o faz rosnar. Ele perdeu totalmente todo o brilho que tinha. Nós temos esperado por uma melhora, do mesmo jeito que já havia acontecido, mas até agora, nada. Não só não melhora como parece cada vez mais piorar. Acho que ele teve um derrame. Seu lado do corpo está todo tenso, perdeu os movimentos e cego dos dois olhos.

Sacrificar? Sim, pensamos nisso. Mas ele não aparenta “sofrer”. Ele não está sentindo dores, ou reclamando de nada. Inclusive, sua audição e todos os outros sentidos – além da visão -, funcionam perfeitamente. Seria até errado fazer isso.

Então foi olhando esse cachorro hoje de manhã, que eu lembrei o tempo que o meu podia pular e correr, sentar… E foi hoje mesmo que estamos chegando à conclusão de que a única solução vai ser sacrificar, porque ele está praticamente vegetando. Não é fácil, amigo. O cachorro mais agitado do mundo virou a preguiça mais depressiva que existe. Sinto muita saudade do meu cachorro de oito meses atrás. Agora não sabemos o que fazer com o coitado. Ele sofre emocionalmente por estar em uma situação totalmente contrária do que costumava ser, e nós ainda mais por vê-lo assim.

E você aí, reclamando que o seu tá latindo muito.

Anúncios
  1. Nenhum comentário ainda.
  1. abril 4, 2013 às 00:11

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: