Arquivo

Posts Tagged ‘conclusão’

Por que tem tanta gente feia no ônibus?

junho 19, 2012 5 comentários

Segundo Aristóteles, isso pode ser explicado numa rápida equação.

Dadas as definições:
o pessoas feias e/ou que não se cuidam.
I pessoas belas e que agradam aos olhos
Q a população pobre
i a população rica.

A fórmula de ÔNIBUS (do grego Honibuz) é H = (capacidade do ônibus de Q + Q ao quadrado).

“Primeiramente vamos chegar a uma grande conclusão” dizia Ari, o filosofo. “como podemos ver pela letra Q (população pobre), ela é basicamente feita de ‘o’ e um pequeno tracinho (meio torto, não podendo ser classificados como pessoas belas e sim indefinidos seres humanos). ‘O’ é a população feia. Ou seja, a população pobre é formada de gente feia.”

“A letra ‘i’ possui apenas um pequeno pingo, ou seja, é formada sim por ‘o’ (pessoas feias), mas em minoria, praticamente imperceptível. O resto da letra é formada de ‘I’, ou seja, pessoas belas.”

Com essas definições chegamos à maior conclusão já feita pelo ser humano:

TODO POBRE É FEIO, MAS NEM TODO FEIO É POBRE

“A fórmula do ônibus é formada por Q (pessoas pobres) pela maioria, já que, apenas Q precisa usar este meio de transporte com freqüênciae com isso, toda pessoa no ônibus é feia.”

Não reclamem comigo, foi o ARISTÓTELES que escreveu isso.

Anúncios